From 1 - 10 / 90
  • Categories  

    Fonte: IBGE, Diretoria de Geociências, Coordenação de Geografia "Notas: 1. Mapa elaborado com dados de: Brasil. Ministério do Turismo. Cadastur: sistema de cadastro de prestadores de serviços turísticos. Brasília, DF, 2010. Disponível em: <http://cadastur.turismo.gov.br>. Acesso em: dez. 2010. 2. O mapa está representando os valores absolutos apenas dos municípios da zona costeira."

  • Categories  

    Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2010; e Diretoria de Geociências, Coordenação de Geografia.

  • O mapeamento apresenta os dados de estabelecimentos agropecuários com produção extrativista de carnaúba em 2017. Compõe o conjunto de mapas de extrativismo de carnaúba: características dos produtores da publicação Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 que tem como objetivo principal o entendimento, em um sentido amplo, dos processos estruturantes do espaço geográfico brasileiro, através da atualização do Atlas Nacional do Brasil Milton Santos 2010. Neste contexto, a abrangência do temário proposto, incluindo o presente mapeamento, é resultado da valiosa contribuição das fontes oriundas do próprio IBGE e de outras instituições públicas e privadas, sem as quais o Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 não daria conta da complexa articulação de temas que envolvem a atualização do conhecimento do território brasileiro.

  • Categories  

    Fonte: IBGE, Diretoria de Geociências, Coordenação de Geografia. "Notas: 1. Mapa elaborado com dados de: Agência Nacional do Petróleo (Brasil). Banco de Dados de Exploração e Produção - BDEP. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: <http://www.bdep.gov.br/>. Acesso em dez. 2010. 2. Estão incluídos todos os poços de explora"

  • O mapeamento apresenta os dados de estabelecimentos agropecuários com produção extrativista de borracha em 2017. Compõe o conjunto de mapas de extrativismo de borracha: características dos produtores da publicação Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 que tem como objetivo principal o entendimento, em um sentido amplo, dos processos estruturantes do espaço geográfico brasileiro, através da atualização do Atlas Nacional do Brasil Milton Santos 2010. Neste contexto, a abrangência do temário proposto, incluindo o presente mapeamento, é resultado da valiosa contribuição das fontes oriundas do próprio IBGE e de outras instituições públicas e privadas, sem as quais o Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 não daria conta da complexa articulação de temas que envolvem a atualização do conhecimento do território brasileiro.

  • O mapeamento apresenta os dados de estabelecimentos agropecuários com produção extrativista de buriti em 2017. Compõe o conjunto de mapas de extrativismo de buriti: características dos produtores da publicação Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 que tem como objetivo principal o entendimento, em um sentido amplo, dos processos estruturantes do espaço geográfico brasileiro, através da atualização do Atlas Nacional do Brasil Milton Santos 2010. Neste contexto, a abrangência do temário proposto, incluindo o presente mapeamento, é resultado da valiosa contribuição das fontes oriundas do próprio IBGE e de outras instituições públicas e privadas, sem as quais o Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 não daria conta da complexa articulação de temas que envolvem a atualização do conhecimento do território brasileiro.

  • Categories  

    Nota: Mapa elaborado com dados de: Estados Unidos. Geological Survey. Latest earthquakes: feeds & data. Reston, 2010. Disponível em: <http://earthquake.usgs.gov/earthquakes/catalogs/>. Acesso em: dez. 2010. Fonte: Universidade de Brasília - UnB, Instituto de Geociências. Modificado e formatado na Coordenação de Geografia do IBGE.

  • O mapeamento apresenta os dados de estabelecimentos agropecuários com produção extrativista de pupunha em 2017. Compõe o conjunto de mapas de extrativismo de pupunha: características dos produtores da publicação Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 que tem como objetivo principal o entendimento, em um sentido amplo, dos processos estruturantes do espaço geográfico brasileiro, através da atualização do Atlas Nacional do Brasil Milton Santos 2010. Neste contexto, a abrangência do temário proposto, incluindo o presente mapeamento, é resultado da valiosa contribuição das fontes oriundas do próprio IBGE e de outras instituições públicas e privadas, sem as quais o Atlas Nacional Digital do Brasil 2022 não daria conta da complexa articulação de temas que envolvem a atualização do conhecimento do território brasileiro.

  • Categories  

    Nota:Mapaelaboradocomdadosde:UnitedNationsEducational,ScientificandCulturalOrganization-UNESCO,IntergovernmentalOceanographicPosition-IOP.OceanBiogeographicInformationSystem-OBIS.NewBrunswick,2010.Disponívelem:<http://iobis.org/mapper/>.Acessoem:dez.2010;eGeneralBathymetricChartoftheOceans-GEBCO.In:BritishOceanographicDataCentre-BODC.Liverpool,2010.Disponívelem:<https://www.bodc.ac.uk/data/online_delivery/gebco/>.Acessoem:dez.2010 Fonte: IBGE, Diretoria de Geociências, Coordenação de Geografia.

  • Categories  

    Fonte: Universidade de Brasília - UnB, Instituto de Geociências. Modificado e formatado na Coordenação de Geografia do IBGE. "Nota: Mapa elaborado com dados de: Santana, C. I. Recursos minerais da margem continental brasileira e bacias oceânicas adjacentes. Rio de Janeiro: Serviço Geológico do Brasil - CPRM, 1997. 1 mapa. Escala 1:5.592.000; e Souza, K. G. de S. Mapa da potencialidade dos recursos minerais da plataforma continental jurídica brasileira e áreas oceânicas adjacentes. Brasília, DF: Serviço Geológico do Brasil - CPRM, 2008. 1 mapa. Escala 1:2.500.000"