From 1 - 10 / 19
  • "O mapa Proteção de recurso hídrico na captação de água para abastecimento – Poços profundos faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Conjunto de mapas exibindo o tipo de proteção utilizada para os locais de captação tipo poços profundos no território nacional Dados por município. A unidade de investigação da PNSB 2017 é a entidade executora de serviços coletivos de abastecimento de água por rede geral instalada em vias públicas para distribuição de água potável para o consumo humano e/ou de esgotamento sanitário por rede coletora instalada em vias públicas no País. As informações coletadas nos Municípios são resultado de uma consulta a diversas pessoas que detêm as informações específicas de cada . Data de referência 31/12/2017. Pesquisa Nacional de Saneamento Básico - periodicidade decenal IBGE, Pesquisa Nacional de Saneamento Básico, 2017. Diretoria de Pesquisas. IBGE, Malha Municipal 2017"

  • O mapa "Percentual de despesas públicas com saúde, no total das despesas públicas" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Nota: Os limites e nomes mostrados e designações usadas neste mapa seguem as fontes indicadas.

  • O conjunto de mapas "Grau de endemismo da leishmaniose visceral - 2019" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Nota: O país foi considerado como: endêmico, se ao menos um caso autóctone foi reportado e ocorreu o ciclo completo da transmissão; com casos previamente notificados, se ao menos um caso autóctone foi reportado sem o ciclo completo de transmissão; e, sem casos autóctones notificados, se nenhum caso foi reportado.

  • O conjunto de mapas "Taxa de mortalidade (óbitos por 100 mil habitantes) por malária - 2008-2017" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017.

  • O mapa "Óbitos (por 100 mil habitantes) atribuídos a fontes de água e saneamento inseguros e falta de higiene - 2016" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Notas: 1. Os dados agregados por região de atuação da Organização Mundial da Saúde - OMS (World Health Organization - WHO) não estão disponíveis quando correspondem a menos de 50% da população da respectiva região. 2. Foram consideradas diarreias, infecções intestinais e desnutrição energético-proteica. 3. Os limites e nomes mostrados e designações usadas neste mapa seguem as fontes indicadas.

  • O conjunto de mapas "Taxa de mortalidade (óbitos por 100 mil habitantes) por febre amarela - 2008-2019" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017.

  • O conjunto de mapas "Taxa de incidência (por 100 mil habitantes) de leishmaniose tegumentar - 2017" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Nota: O país foi considerado como: endêmico, se ao menos um caso autóctone foi reportado e ocorreu o ciclo completo da transmissão; com casos previamente notificados, se ao menos um caso autóctone foi reportado sem o ciclo completo de transmissão; e, sem casos autóctones notificados, se nenhum caso foi reportado.

  • O conjunto de mapas "Grau de endemismo da leishmaniose tegumentar - 2019" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Nota: O país foi considerado como: endêmico, se ao menos um caso autóctone foi reportado e ocorreu o ciclo completo da transmissão; com casos previamente notificados, se ao menos um caso autóctone foi reportado sem o ciclo completo de transmissão; e, sem casos autóctones notificados, se nenhum caso foi reportado.

  • O conjunto de mapas "Mortalidade por falta de saneamento" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017. Notas: 1. Os dados agregados por região de atuação da Organização Mundial da Saúde - OMS (World Health Organization - WHO) não estão disponíveis quando correspondem a menos de 50% da população da respectiva região. 2. Foram consideradas diarreias, infecções intestinais e desnutrição energético-proteica. 3. Os limites e nomes mostrados e designações usadas neste mapa seguem as fontes indicadas.

  • O conjunto de mapas "Malária e febre amarela no mundo" faz parte da publicação Atlas de Saneamento: abastecimento de água e esgotamento sanitário 2021 que tem como objetivo principal retratar as condições do saneamento básico no Brasil em 2017.