From 1 - 10 / 69
  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados polígonos de Modelados de Relevo contendo sua forma e natureza genética, além das Unidades Geomorfológicas, Regiões Geomorfológicas e Domínios Morfoestruturais, conforme metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados linhas (feições lineares) que retratam as formas de relevo simbolizadas de natureza linear, conforme metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados pontos que retratam as formas de relevo simbolizadas de natureza pontual ou de um agrupamento de feições geomorfológicas que, devido à escala, são somente representadas através de pontos. O mapeamento segue a metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados pontos de campo obtidos ao longo de atividades de campo, conforme procedimento citado acima. O mapeamento segue a metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    O mapa de Geomorfologia do Estado de Tocantins, na escala de 1:1.000.000, visa oferecer uma visão sinóptica do relevo estadual, segundo uma classificação sistemática dos fenômenos geomorfológicos, adotando uma taxonomia na qual as unidades identificadas integram uma organização hierárquica baseada em ordens de grandeza temporo-espaciais, que incluem os Domínios Morfoestruturais, as Unidades de Relevo e os Modelados. Este mapeamento é decorrente, sobretudo, da pesquisa em mapeamentos pré-existentes do Projeto Radambrasil e do detalhamento em trabalhos realizados na Amazônia Legal (Projeto SIVAM), com a utilização de diferentes tipos de sensores (imagens de radar, imagens de satélite Landsat TM), tecnologias de sensoriamento remoto, processamento digital de imagens e geoprocessamento. Nele estão identificadas 26 Unidades Geomorfológicas pertencentes aos Domínios Morfoestruturais de Depósitos Sedimentares Quaternários, Bacias e Cobeturas Sedimentares Fanerozóicas, Cinturões Móveis Neoproterozóicos e Crátons Neoproterozóicos. Este produto faz parte da série Mapas Temáticos Estaduais da Amazônia Legal.

  • Categories  

    O mapa de Unidades de Relevo do Brasil, na escala de 1:5.000.000, visa oferecer uma visão sinóptica do relevo brasileiro, segundo uma classificação sistemática dos fenômenos geomorfológicos, adotando uma taxonomia na qual as unidades identificadas integram uma organização hierárquica baseada em ordens de grandeza temporo-espaciais, que incluem os Domínios Morfoestruturais, as Regiões Geomorfológicas, as Unidades de Relevo e os Modelados. Nesta nova edição, revista e atualizada, o número de unidades identificadas foi ampliado para 167 (a primeira edição contava com 65 Unidades e resumia as informações existentes nos relatórios do Projeto RADAMBRASIL), decorrente, sobretudo, do detalhamento em trabalhos realizados na Amazônia Legal (Projeto SIVAM), nas Regiões Nordeste, Centro-Oeste (Pantanal Matogrossense) e Sul, relacionados a atividades permanentes de mapeamento sistemático e de parcerias vinculadas a projetos em convênio com outras instituições, com a utilização de diferentes tipos de sensores (imagens de radar, imagens de satélite Landsat TM), tecnologias de sensoriamento remoto, processamento digital de imagens e geoprocessamento.

  • Categories  

    Conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas, georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas da Folha SF.24 - Vitória, conforme metodologia contida no Manual Técnico de Geomorfologia (2009). São delineados e descritos polígonos de Modelados de Relevo contendo sua natureza genética, Unidades e Regiões Geomorfológicas, além dos Domínios Morfoestruturais. O processo de elaboração destas informações consiste no (1) levantamento de estudos preexistentes na região; (2) interpretação de imagens de satélite multiespectrais e Modelos Digitais de Elevação; (3) atividade de campo para reconhecimentos pontuais e validação da interpretação; (4) refinamento da interpretação com base nas informações obtidas em campo; e (5) armazenamento das informações gráficas, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações gráficas (pontos, linhas e polígonos) e alfanuméricas, georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas da Folha conforme metodologia contida no Manual Técnico de Geomorfologia. (ftp://geoftp.ibge.gov.br/documentos/recursos_naturais/manuais_tecnicos/manual_tecnico_geomorfologia.pdf). São delineados e descritos polígonos de modelados de relevo contendo sua natureza genética, Unidade e Região Geomorfológica e o Domínio Morfoestrutural no qual estão inseridos. Também são representadas, por linhas e pontos, as principais formas de relevo encontradas no país. A metodologia descrita no Manual Técnico de Geomorfologia é uma evolução dos procedimentos metodológicos adotados pelo projeto RADAMBRASIL no mapeamento geomorfológico do Brasil na escala de 1:1.000.000. O processo de elaboração dos mapas consiste das seguintes etapas: (1) estudo preliminar da área com a aquisição de bibliografia, documentos cartográficos e produtos de sensoreamento remoto; (2) elaboração de mapa geomorfológico preliminar com a análise da drenagem e delimitação de modelados e formas de relevo, apontando os locais de dúvida e de interesse para a terceira etapa; (3) atividade de campo, tem como objetivo, além de solucionar dúvidas, o reconhecimento de características do relevo com preenchimento de formulários de campo e registros fotográficos; (4) reinterpretação do mapeamento com base nas informações obtidas em campo; e (5) armazenamento das informações gráficas e alfanuméricas em banco de dados para posterior consulta, tratamento e/ou edição.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações gráficas (pontos, linhas e polígonos) e alfanuméricas, georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas da Folha SC.23 conforme metodologia contida no Manual Técnico de Geomorfologia (ftp://geoftp.ibge.gov.br/documentos/recursos_naturais/manuais_tecnicos/manual_tecnico_geomorfologia.pdf). São delineados e descritos polígonos de modelados de relevo contendo sua natureza genética, Unidade e Região Geomorfológica e o Domínio Morfoestrutural no qual estão inseridos. Também são representadas, por linhas e pontos, as principais formas de relevo encontradas no país. A metodologia descrita no Manual Técnico de Geomorfologia é uma evolução dos procedimentos metodológicos adotados pelo projeto RADAMBRASIL no mapeamento geomorfológico do Brasil na escala de 1:1.000.000. O processo de elaboração dos mapas consiste das seguintes etapas: (1) estudo preliminar da área com a aquisição de bibliografia, documentos cartográficos e produtos de sensoreamento remoto; (2) elaboração de mapa geomorfológico preliminar com a análise da drenagem e delimitação de modelados e formas de relevo, apontando os locais de dúvida e de interesse para a terceira etapa; (3) atividade de campo, que tem como objetivo, além de solucionar dúvidas, o reconhecimento de características do relevo com preenchimento de formulários de campo e registros fotográficos; (4) reinterpretação do mapeamento com base nas informações obtidas em campo; e (5) armazenamento das informações gráficas e alfanuméricas em banco de dados para posterior consulta, tratamento e/ou edição.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações gráficas (pontos, linhas e polígonos) e alfanuméricas, georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas da Folha conforme metodologia contida no Manual Técnico de Geomorfologia (ftp://geoftp.ibge.gov.br/documentos/recursos_naturais/manuais_tecnicos/manual_tecnico_geomorfologia.pdf). São delineados e descritos polígonos de modelados de relevo contendo sua natureza genética, Unidade e Região Geomorfológica e o Domínio Morfoestrutural no qual estão inseridos. Também são representadas, por linhas e pontos, as principais formas de relevo encontradas no país. A metodologia descrita no Manual Técnico de Geomorfologia é uma evolução dos procedimentos metodológicos adotados pelo projeto RADAMBRASIL no mapeamento geomorfológico do Brasil na escala de 1:1.000.000. O processo de elaboração dos mapas consiste das seguintes etapas: (1) estudo preliminar da área com a aquisição de bibliografia, documentos cartográficos e produtos de sensoreamento remoto; (2) elaboração de mapa geomorfológico preliminar com a análise da drenagem e delimitação de modelados e formas de relevo, apontando os locais de dúvida e de interesse para a terceira etapa; (3) atividade de campo, que tem como objetivo, além de solucionar dúvidas, o reconhecimento de características do relevo com preenchimento de formulários de campo e registros fotográficos; (4) reinterpretação do mapeamento com base nas informações obtidas em campo; e (5) armazenamento das informações gráficas e alfanuméricas em banco de dados para posterior consulta, tratamento e/ou edição.