From 1 - 10 / 56
  • Categories  

    Moradores por domicilio - 2000. nº de moradores na unidade territorial / nº de domicílios na unidade territorial. Morador: considerou-se como moradora a pessoa que tinha o domicílio como local habitual de residência e que, na data de referência, estava presente ou ausente por período não superior a 12 meses em relação àquela data, por um dos seguintes motivos: viagem: a passeio, a serviço, a negócio, de estudos etc.; internação em estabelecimento de ensino ou hospedagem em outro domicílio, pensionato ou república de estudantes, visando a facilitar a frequência à escola durante o ano letivo; detenção sem sentença definitiva declarada; internação temporária em hospital ou estabelecimento similar; ou embarque a serviço (militares, petroleiros); Domicílio: domicílio é o local estruturalmente separado e independente que se destina a servir de habitação a uma ou mais pessoas, ou que esteja sendo utilizado como tal. Os critérios essenciais dessa definição são os de separação e independência. A separação fica caracterizada quando o local de habitação for limitado por paredes, muros ou cercas e coberto por um teto, permitindo a uma ou mais pessoas, que nele habitam, isolar-se das demais, com a finalidade de dormir, preparar e/ou consumir seus alimentos e proteger-se do meio ambiente, arcando, total ou parcialmente, com suas despesas de alimentação ou moradia. A independência fica caracterizada quando o local de habitação tem acesso direto, permitindo a seus moradores entrar e sair sem necessidade de passar por locais de moradia de outras pessoas. IBGE, Censo Demográfico 2000 e Malha Municipal 2000.

  • Categories  

    Paredes externas. (domicílios com paredes de taipa e palha /total de domicílios)*100. O censo Demográfico de 1991 considera os seguintes materiais de parede externa: alvenaria, madeira aparelhada, taipa não revestida, material aproveitado, palha e outro material. IBGE, Censo Demográfico 1991.

  • Categories  

    Paredes externas. (domicílios com paredes de alvenaria e madeira/total de domicílios)*100. O censo Demográfico de 1991 considera os seguintes materiais de parede externa: alvenaria, madeira aparelhada, taipa não revestida, material aproveitado, palha e outro material. IBGE, Censo Demográfico 1991.

  • Categories  

    Domicílios cedidos por empregador. nº de domicílios cedidos por empregador / nº de domicílios. Domicílio é o local estruturalmente separado e independente que se destina a servir de habitação a uma ou mais pessoas, ou que esteja sendo utilizado como tal. O domicílio foi considerado "cedido por empregador" quando o domicílio era cedido por empregador (público ou privado) de qualquer um dos moradores, ainda que mediante uma taxa de ocupação ou conservação (condomínio, gás, luz etc.). Incluiu-se, neste caso, o domicílio cujo aluguel era pago diretamente pelo empregador de um dos moradores do domicílio. IBGE, Censo Demográfico 2010 e Malha Municipal 2010

  • Categories  

    Percentual do rendimento domiciliar gasto com aluguel. (valor médio do aluguel / rendimento nominal mensal domiciliar médio) x 100. Os números apresentados correspondem somente aos valores dos domicílios alugados em situação urbana. O valor do aluguel corresponde à media dos aluguéis pagos nos domicílios alugados em situação urbana. O valor do rendimento domiciliar corresponde à média dos rendimentos dos domicílios alugados em situação urbana. Aluguel mensal: para os domicílios particulares permanentes alugados, investigou-se o valor do aluguel, pago ou devido, relativo ao mês de referência, sem incluir o imposto predial e territorial urbano - IPTU e o condomínio; Rendimento nominal mensal domiciliar: considerou-se como rendimento mensal domiciliar a soma dos rendimentos mensais dos moradores do domicílio particular permanente, exclusive os dos moradores de menos de 10 anos de idade e os daqueles cuja condição no domicílio particular fosse pensionista, empregado doméstico ou parente do empregado doméstico. IBGE, Censo Demográfico 2010 e Malha Municipal 2010.

  • Categories  

    Primeiro e último décimos da ocorrência de domicílios com pavimentação na face de quadra ou na face de quadra confrontante. Primeiro e último décimos da distribuição de frequência do segunte cálculo: (nº de domicílios urbanos com pavimentação na face ou na face confrontante/ total de domicílios urbanos) x 100. Percentual de domicílios situados em faces de quadra com incidência de pavimentação em faces de quadra ou em faces de quadra confrontantes. A pesquisa foi realizada nos 5.565 municípios. Seu resultado foi hierarquizado de forma decrescente entre o total de municípios e pela variável pavimentação. A partir desta hierarquização, estabeleceram-se os décimos. No primeiro décimo encontravam-se 10% do número de municípios brasileiros com as maiores ocorrências e, no último décimo, 10% dos municípios com as menores ocorrências. Quadra:geralmente, um trecho retangular bem definido de uma área urbana ou aglomerado rural com quarteirões fechados ou abertos, limitado por ruas e/ou estradas. Contudo, pode ter forma irregular e ser limitado por elementos como estradas de ferro, cursos d’água ou encostas. Em alguns locais, a quadra é chamada de quarteirão; Face de quadra: cada um dos lados da quadra, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos; Face confrontante: o lado da face de quadra confrontante, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos. Pré-coleta Censo 2010

  • Categories  

    Ocorrência de domicílios em faces de quadra com meio-fio. (nº de domicílios urbanos com meio-fio na face / total de domicílios urbanos) x 100. percentual de domicílios situados em faces de quadra com incidência de meio-fio. Quadra: geralmente, um trecho retangular bem definido de uma área urbana ou aglomerado rural com quarteirões fechados ou abertos, limitado por ruas e/ou estradas. Contudo, pode ter forma irregular e ser limitado por elementos como estradas de ferro, cursos d’água ou encostas. Em alguns locais, a quadra é chamada de quarteirão; Face de quadra: cada um dos lados da quadra, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos; Face confrontante: o lado da face de quadra confrontante, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos; Meio-Fio ou Guia: quando, somente na face, existir meio-fio/guia, ou seja, borda ao longo do logradouro. Pré-coleta Censo 2010.

  • Categories  

    Primeiro e último décimos da ocorrência de domicílios com bueiro, na face de quadra ou na face de quadra confrontante. Primeiro e último décimos da distribuição de frequência do segunte cálculo: (nº de domicílios urbanos com bueiro na face ou na face confrontante/ total de domicílios urbanos) x 100. Percentual de domicílios situados em faces de quadra com incidência de bueiro ou em faces de quadra confrontantes. A pesquisa foi realizada nos 5.565 municípios. Seu resultado foi hierarquizado de forma decrescente entre o total de municípios e pela variável bueiro. A partir desta hierarquização, estabeleceram-se os décimos. No primeiro décimo encontravam-se 10% do número de municípios brasileiros com as maiores ocorrências e, no último décimo, 10% dos municípios com as menores ocorrências. Quadra: geralmente, um trecho retangular bem definido de uma área urbana ou aglomerado rural com quarteirões fechados ou abertos, limitado por ruas e/ou estradas. Contudo, pode ter forma irregular e ser limitado por elementos como estradas de ferro, cursos d’água ou encostas. Em alguns locais, a quadra é chamada de quarteirão; Face de quadra: cada um dos lados da quadra, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos; Face confrontante: o lado da face de quadra confrontante, contendo ou não domicílios ou estabelecimentos; Bueiros/Boca de Lobo: quando, na face ou na sua confrontante, existir bueiro ou boca de lobo, ou seja, abertura que dá acesso a caixas subterrâneas, por onde escoam a água proveniente de chuvas, as regas etc. Bueiro ou boca de lobo não se confunde com tampões para acesso a galerias subterrâneas. Pré-coleta Censo 2010.

  • Categories  

    Moradores por dormitório - 2010. ∑(nº de moradores / nº de dormitórios) / nº de domicílios. Morador: considerou-se como moradora a pessoa que tinha o domicílio como local habitual de residência e que, na data de referência, estava presente ou ausente por período não superior a 12 meses em relação àquela data, por um dos seguintes motivos: viagem: a passeio, a serviço, a negócio, de estudos etc.; internação em estabelecimento de ensino ou hospedagem em outro domicílio, pensionato ou república de estudantes, visando a facilitar a frequência à escola durante o ano letivo; detenção sem sentença definitiva declarada; internação temporária em hospital ou estabelecimento similar; ou embarque a serviço (militares, petroleiros); Dormitório: foi registrado o número de quartos ou de qualquer outro cômodo que estivesse servindo habitualmente de dormitório aos moradores. Foram incluídos os cômodos integrantes do domicílio que se situassem na parte externa do prédio e fossem usados habitualmente como dormitório pelos moradores. IBGE, Censo Demográfico 2010 e Malha Municipal 2010

  • Categories  

    Moradores por dormitório - 2000. ∑(nº de moradores / nº de dormitórios) / nº de domicílios. Morador: considerou-se como moradora a pessoa que tinha o domicílio como local habitual de residência e que, na data de referência, estava presente ou ausente por período não superior a 12 meses em relação àquela data, por um dos seguintes motivos: viagem: a passeio, a serviço, a negócio, de estudos etc.; internação em estabelecimento de ensino ou hospedagem em outro domicílio, pensionato ou república de estudantes, visando a facilitar a frequência à escola durante o ano letivo; detenção sem sentença definitiva declarada; internação temporária em hospital ou estabelecimento similar; ou embarque a serviço (militares, petroleiros); Dormitório: foi registrado o número de quartos ou de qualquer outro cômodo que estivesse servindo habitualmente de dormitório aos moradores. Foram incluídos os cômodos integrantes do domicílio que se situassem na parte externa do prédio e fossem usados habitualmente como dormitório pelos moradores. IBGE, Censo Demográfico 2000 e Malha Municipal 2000