From 1 - 10 / 12
  • Categories  

    O mapa de Unidades de Relevo do Brasil, na escala de 1:15.000.000, visa oferecer uma visão sinóptica do relevo brasileiro, segundo uma classificação sistemática dos fenômenos geomorfológicos, adotando uma taxonomia na qual as unidades identificadas integram uma organização hierárquica baseada em ordens de grandeza temporo-espaciais, que incluem os Domínios Morfoestruturais e as Unidades de Relevo. As 85 unidades representadas têm como base a síntese do Mapa de Unidades de Relevo do Brasil, na escala de 1:5.000.000, publicado pelo IBGE em 2006.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 130 espécies/subespécies de animais, sendo 96 insetos e 34 outros invertebrados terrestres brasileiros ameaçados de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2003. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada, delimitação dos biomas e sua legenda possui informações sobre o nome das classes, ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 159 espécies/subespécies de aves brasileiras ameaçadas de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2003. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada e delimitação dos biomas; e sua legenda possui informações sobre o nome das ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 105 espécies/subespécies de animais, sendo 69 mamíferos, 20 répteis e 16 anfíbios brasileiros ameaçados de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2003. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada, delimitação dos biomas e sua legenda possui informações sobre o nome das classes, ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação.

  • Categories  

    O Mapa Hidrogeológico da Região Sudeste do Brasil representa cartograficamente os principais tipos de aqüíferos (formações geológicas capazes de armazenar e produzir águas subterrâneas) e suas potencialidades em termos de produção de águas subterrâneas, definidos a partir do conhecimento de suas características geológicas e dos dados de vazão e de vazão específica de 27.535 poços tubulares. Estas informações estão armazenadas em Banco de Dados e agrupadas em intervalos, no âmbito de cada um dos domínios hidrogeológicos. O conceito de Domínio Hidrogeológico é definido para um conjunto de unidades geológicas que apresentam as mesmas aptidões hidrogeológicas, incluindo litologia, espessura, principais aquíferos e sistemas aquíferos, modos de circulação, qualificação química das águas subterrâneas etc. Esta metodologia segue, em parte, os procedimentos utilizados no Mapa de Domínios/Subdomínios Hidrogeológicos do Brasil e nas Cartas Hidrogeológicas do Brasil ao Milionésimo (CPRM – Serviço Geológico do Brasil). Para representar os quatro diferentes tipos de Domínios Hidrogeológicos dominantes na Região Sudeste (Poroso, Fissural, Poroso-Fissural e Cárstico) foram adotadas as seguintes cores: Aquíferos Porosos (tonalidades do azul) Aquíferos Fissurais (tonalidades do verde) Aquíferos Porosos-Fissurais (tonalidades do laranja) Aquíferos Cársticos (tonalidades do lilás) As produtividades das unidades hidroestratigráficas espacializadas neste mapa traduzem a média estatística das vazões e das vazões específicas dos poços catalogados em um determinado domínio hidrogeológico, que tem como limite os polígonos geológicos que o compõe. A base cartográfica foi elaborada pela Coordenação de Cartografia - CCAR a partir da Base Cartográfica Contínua Digital do Brasil, ao Milionésimo, bCIMdv3, 2009. Alguns elementos desta base foram ajustados, suprimidos ou adequados à escala de 1:1.800.000, bem como convertidos para o software GeoMedia, pelo Setor de Tratamento Gráfico da Gerência de Recursos Naturais da Bahia. O mapa geológico que serve de base a este trabalho foi concebido a partir da compilação e integração das Cartas Geológicas do Brasil ao Milionésimo (CPRM – Serviço Geológico do Brasil), referentes às Folhas: SD.23 (Brasília), SD.24 (Salvador), SE.22 (Goiânia), SE.23 (Belo Horizonte), SE.24 (Rio Doce), SF.22 (Paranapanema), SF.23 (Rio de Janeiro), SF.24 (Vitória), SG.22 (Curitiba) e SG.23 (Iguape). As informações apresentadas objetivam fornecer um maior conhecimento das características hidrogeológicas desta região, oferecendo subsídios para o planejamento de ações e, sobretudo, para o uso racional dos recursos hídricos.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 238 espécies/subespécies de animais, sendo 79 invertebrados aquáticos e 159 peixes brasileiros ameaçados de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2004. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada e delimitação dos biomas; e sua legenda possui informações sobre o nome das classes, ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação.

  • Categories  

    O Mapa Hidrogeológico da Região Sudeste do Brasil representa cartograficamente os principais tipos de aqüíferos (formações geológicas capazes de armazenar e produzir águas subterrâneas) e suas potencialidades em termos de produção de águas subterrâneas, definidos a partir do conhecimento de suas características geológicas e dos dados de vazão e de vazão específica de 27.535 poços tubulares. Estas informações estão armazenadas em Banco de Dados e agrupadas em intervalos, no âmbito de cada um dos domínios hidrogeológicos. O conceito de Domínio Hidrogeológico é definido para um conjunto de unidades geológicas que apresentam as mesmas aptidões hidrogeológicas, incluindo litologia, espessura, principais aquíferos e sistemas aquíferos, modos de circulação, qualificação química das águas subterrâneas etc. Esta metodologia segue, em parte, os procedimentos utilizados no Mapa de Domínios/Subdomínios Hidrogeológicos do Brasil e nas Cartas Hidrogeológicas do Brasil ao Milionésimo (CPRM – Serviço Geológico do Brasil). As produtividades das unidades hidroestratigráficas espacializadas neste mapa traduzem a média estatística das vazões e das vazões específicas dos poços catalogados em um determinado domínio hidrogeológico, que tem como limite os polígonos geológicos que o compõe. A base cartográfica foi elaborada pela Coordenação de Cartografia - CCAR a partir da Base Cartográfica Contínua Digital do Brasil, ao Milionésimo, bCIMdv3, 2009. Alguns elementos desta base foram ajustados, suprimidos ou adequados à escala de 1:1.800.000, bem como convertidos para o software GeoMedia, pelo Setor de Tratamento Gráfico da Gerência de Recursos Naturais da Bahia. O mapa geológico que serve de base a este trabalho foi concebido a partir da compilação e integração das Cartas Geológicas do Brasil ao Milionésimo (CPRM – Serviço Geológico do Brasil), referentes às Folhas: SD.23 (Brasília), SD.24 (Salvador), SE.22 (Goiânia), SE.23 (Belo Horizonte), SE.24 (Rio Doce), SF.22 (Paranapanema), SF.23 (Rio de Janeiro), SF.24 (Vitória), SG.22 (Curitiba) e SG.23 (Iguape). As informações apresentadas objetivam fornecer um maior conhecimento das características hidrogeológicas desta região, oferecendo subsídios para o planejamento de ações e, sobretudo, para o uso racional dos recursos hídricos.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 159 espécies/subespécies de aves brasileiras ameaçadas de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2003. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada e delimitação dos biomas; e sua legenda possui informações sobre o nome das ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação. Este produto faz parte do Atlas Nacional do Brasil - 4a. edição.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 105 espécies / subespécies de animais, sendo 69 mamíferos, 20 répteis e 16 anfíbios brasileiros ameaçados de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2003 . O mapa fornece ainda, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada e delimitação dos biomas. Sua legenda possui informações sobre o nome das classes, ordens e famílias a que pertencem as espécies, além dos nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação. Este produto faz parte do Atlas Nacional do Brasil - 4a. edição.

  • Categories  

    O mapa mostra a distribuição geográfica de 238 espécies/subespécies de animais, sendo 79 invertebrados aquáticos e 159 peixes brasileiros ameaçados de extinção, segundo o levantamento mais recente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), de 2004. O mapa fornece também, informações sobre a vegetação primitiva, área antropizada e delimitação dos biomas; e sua legenda possui informações sobre o nome das classes, ordens e famílias a que pertencem as espécies, bem como seus nomes científicos e populares, categorias de ameaça e Unidades da Federação. Este produto faz parte do Atlas Nacional do Brasil - 4a. edição.