From 1 - 10 / 424
  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciados, interpretadas ou compiladas na escala 1:250.000, que retratam características da Vegetação brasileira atual e pretérita, do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico da Vegetação Brasileira (2ª edição, publicado pelo IBGE em 2012 (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base as Cartas de Serviço, escala 1:250.000, do mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL para todo território nacional na escala 1:1.000.000. Para obtenção das informações referentes aos pontos foi realizado o trabalho de campo, que tem por objetivo a caracterização geral da vegetação no local observado. PONTOS DE OBSERVAÇÃO FISIONÔMICA-ECOLÓGICA—Objetiva a caracterização geral da vegetação no local observado. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) atividades de campo para correlação padrão da imagem x verdade terrestre, visando o reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, coleta de material botânico, registro fotográfico, além dos dados quantitativos e qualitativos da vegetação, quando necessário; Neste produto pode conter as seguintes informações: • DESCRIÇÃO RESUMIDA DA VEGETAÇÃO • DESCRIÇÃO FISIONÔMICA-ECOLÓGICA COM CITAÇÃO DE ESPÉCIES—Ponto de observação, sem coleta de material botânico. • DESCRIÇÃO FISIONÔMICA-ECOLÓGICA COM CITAÇÃO DE ESPÉCIES E COLETA DE MATERIAL BOTÂNICO—Ponto de observação com coleta.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciados, interpretadas ou compiladas na escala 1:250.000, que retratam características da Vegetação brasileira atual e pretérita, do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico da Vegetação Brasileira (2ª edição, publicado pelo IBGE em 2012 (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base as Cartas de Serviço, escala 1:250.000, do mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL para todo território nacional na escala 1:1.000.000. Para obtenção das informações referentes aos pontos foi realizado o trabalho de campo, que tem por objetivo a caracterização geral da vegetação no local observado. PONTO DE INVENTÁRIO—Objetiva estimar o potencial madeireiro (volume médio por hectare no ponto), lenhoso (volume em estéreos por hectare). A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) atividades de campo para correlação padrão da imagem x verdade terrestre, visando o reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, coleta de material botânico, registro fotográfico, além dos dados quantitativos e qualitativos da vegetação, quando necessário; Neste produto pode conter as seguintes informações: estimativa do potencial Madeireiro ou Lenhoso pode ser divididos em: • Se for madeireiro, as variáveis medidas são: CAP(circunferência a 1,30m), altura do fuste, além do aspecto da sanidade do fuste. Se lenhoso: para savana, CAC (circunferência a 0,30m) e volume individual. volume individual. • Se for para material lenhos, neste caso as variáveis medidas são CAP(circunferência a 0,30m do solo), Hc (altura e copa), Dc (diâmetro de copa), também é anotado o nome vulgar dos indivíduos.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Este produto agrega as informações do mapeamento geomorfológico do IBGE, realizado entre 1998 e 2017, e originalmente levantado e publicado na escala 1:250.000 em recorte de folhas ao milionésimo. Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados linhas (feições lineares) que retratam as formas de relevo simbolizadas de natureza linear, conforme metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Este produto agrega as informações do mapeamento geomorfológico do IBGE, realizado entre 1998 e 2017, e originalmente levantado e publicado na escala 1:250.000 em recorte de folhas ao milionésimo. Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados polígonos de Modelados de Relevo contendo sua forma e natureza genética, além das Unidades Geomorfológicas, Regiões Geomorfológicas e Domínios Morfoestruturais, conforme metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG – Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características geomorfológicas do recorte cartográfico referido. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimento pontual, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Este produto agrega as informações do mapeamento geomorfológico do IBGE, realizado entre 1998 e 2017, e originalmente levantado e publicado na escala 1:250.000 em recorte de folhas ao milionésimo. Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados pontos de campo obtidos ao longo de atividades de campo, conforme procedimento citado acima. O mapeamento segue a metodologia prevista pelo Manual Técnico de Geomorfologia (2ª edição).

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG - Sistema de Informação Geográfica), georreferenciadas, interpretadas em escala 1:250.000, que retratam características pedológicas do Brasil. Este produto foi elaborado de acordo com o Manual Técnico de Pedologia (3ª edição) publicado pelo IBGE (encontrado no endereço http://biblioteca.ibge.gov.br), e tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. A elaboração do produto consistiu nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bilbiográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação temática através de mosaicos de radar e/ou imagens de satélites ; 3) atividade de campo para reconhecimentos pontuais, solução de dúvidas e validação da interpretação, além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA). Este produto agrega as informações do mapeamento pedológico do IBGE, realizado entre 1998 e 2017, e originalmente levantado e publicado na escala 1:250.000, em recorte de folhas ao milionésimo. Neste produto, assim como no banco de dados associado (BDIA), são encontrados polígonos das unidades de mapeamento com informações sobre as classes de solos, segundo seus atributos e horizontes diagnósticos e suas características morfológicas, físicas e químicas.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG), georreferenciados, em escala de 1:250.000, que retratam as unidades litoestratigráficas e seu posicionamento geocronológico, acrescido de dados estruturais e de bens minerais associados. Este produto foi elaborado de acordo com as normas do Manual Técnico de Geologia publicado pelo IBGE (1998) (http://biblioteca.ibge.gov.br), tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. As etapas metodológicas consistiram nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação geológica através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimentos em perfis e pontuais, solução de dúvidas e validação da interpretação; além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA) do IBGE. Neste produto, as informações decorrentes das unidades litoestratigráficas estão armazenadas no BDIA no qual são destacadas as descrições de afloramento, macroscopia, dados geocronológicos, estruturais, e análises petrográficas e litoquímicas quando houver. Apresenta-se a distribuição espacial da unidade em questão em imagem de satélite.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG), georreferenciados, em escala de 1:250.000, que retratam as unidades litoestratigráficas e seu posicionamento geocronológico, acrescido de dados estruturais e de bens minerais associados. Este produto foi elaborado de acordo com as normas do Manual Técnico de Geologia publicado pelo IBGE (1998) (http://biblioteca.ibge.gov.br), tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. As etapas metodológicas consistiram nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação geológica através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimentos em perfis e pontuais, solução de dúvidas e validação da interpretação; além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA) do IBGE. Neste produto, as informações decorrentes das unidades litoestratigráficas estão armazenadas no BDIA no qual são destacadas as descrições de afloramento, macroscopia, dados geocronológicos, estruturais, e análises petrográficas e litoquímicas quando houver. Apresenta-se a distribuição espacial da unidade em questão em imagem de satélite.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG), georreferenciados, em escala de 1:250.000, que retratam os diversos tipos de dobras encontradas. Este produto foi elaborado de acordo com as normas do Manual Técnico de Geologia publicado pelo IBGE (1998) (http://biblioteca.ibge.gov.br), tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. As etapas metodológicas consistiram nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação geológica através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimentos em perfis e pontuais, solução de dúvidas e validação da interpretação; além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA) do IBGE. Neste produto, as informações decorrentes das deformações nas unidades litoestratigráficas que produziram dobramentos diversos e armazenadas no BDIA. Apresenta-se a distribuição espacial das dobras.

  • Categories  

    Trata-se de um conjunto de informações vetoriais e alfanuméricas (arquivos de SIG), georreferenciados, em escala de 1:250.000, que retratam os diversos tipos de dobras encontradas. Este produto foi elaborado de acordo com as normas do Manual Técnico de Geologia publicado pelo IBGE (1998) (http://biblioteca.ibge.gov.br), tendo como base o mapeamento realizado pelo Projeto RADAMBRASIL. As etapas metodológicas consistiram nos seguintes procedimentos: 1) pesquisa bibliográfica na área de estudo; 2) interpretação ou reinterpretação geológica através de imagens de satélites recentes; 3) atividade de campo para reconhecimentos em perfis e pontuais, solução de dúvidas e validação da interpretação; além de coleta de material, quando necessário; 4) refinamento da interpretação com base em informações obtidas em campo; e 5) armazenamento das informações vetoriais, alfanuméricas e imagens fotográficas no Banco de Dados de Informações Ambientais (BDIA) do IBGE. Neste produto, as informações decorrentes das unidades litoestratigráficas estão armazenadas no BDIA como descrições das unidades litoestratigráficas e suas deformações. Apresenta-se a distribuição espacial das dobras.